Garimpo Netflix #89: Aliens

O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


Como bem você pode olhar na minha bio, a temática alienígena é uma das principais – senão a principal – fontes de entretenimento cinematográfico que tenho. Indo desde clássicos que invadiram a mente do jovem Fields dos anos 70 e 80, passando pelos blockbusters dos anos 90 e 2000 e chegando a 2020 com excelentes produções como o recente indicado em nosso Garimpo Prime Video listado abaixo, “A Vastidão da Noite”, eu sou total e completamente obcecado por todos os assuntos exploráveis dentro da vida alienígena.

Sendo esse meu último Garimpo do ano – com nossos Garimpos Especiais chegando aí – venho aqui humildemente apresentar 3 obras bem distintas entre si. Começaremos com invasões alienígenas, sendo um filme dos anos 90 já bem esquecido pelo público, no qual os aliens subvertem nossas instituições governamentais em uma invasão silenciosa, e passaremos para outro longa onde essa invasão é beligerante, com muito tiro, porrada e bomba. Finalizaremos esse garimpinho com um belo documentário para aqueles mais ávidos por conhecimento técnico-científico.

Não deixe de conferir as indicações de antigos Garimpos aqui embaixo que, direta ou indiretamente, abordam esse vasto universo.

Garimpo Netflix: Sci-Fi
Garimpo Netflix: Sci-Fi 2
Garimpo Netflix: Sci-Fi 3
Garimpo Netflix: Sci-Fi 4
Garimpo Netflix: Sci-Fi 5
Garimpo Netflix: Sci-Fi 6
Garimpo Amazon Prime Video #10: Ficção Científica
Top 10 – Filmes de Ficção Científica
Top 10 – Filmes de Aliens
Garimpo NETFLIX: UFO


– A Invasão (The Arrival), de 1996, dirigido por David Twohy

Cá estamos com um longa que veio à reboque do clássico e excelente “Contato” e do pipocão “Independence Day”. Dirigido por David Twohy, conhecido por escrever obras de ação e thrillers realmente muito bons, como “O Fugitivo”, “Até o Limite da Honra” e a trilogia “Riddick”, temos A Invasão, estrelado por Charlie Sheen. Há aqui, antes de tudo, a necessidade de se fazer uma ressalva. Esse filme talvez não tenha envelhecido muito bem, então rogo para que você faça algumas concessões com base no fato de que ele tem quase um quarto de século.

Dito isso, Zane Zaminsky (Charlie Sheen), um astrônomo de certo renome, numa noite qualquer dessas escutando o universo, topa com um sinal vindo do vasto espaço sideral e pira brabo na sua descoberta sem precedentes para a humanidade. Posteriormente, ele reencontra o sinal, mas dessa vez vindo da Terra, o que levanta inúmeras perguntas cujas respostas ele fará de tudo para obter. Contemplando conspiração governamental, interesses econômicos e dando um puta tapa na cara dos negacionistas do aquecimento global no início das conversas sobre clima, A Invasão é um bom longa para revisitar uma época nostálgica e mágica para os filmes sobre aliens.

– No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow), de 2014, dirigido por Doug Liman

Tom Cruise é um nome que agrega multidões, porém, mesmo seu nome aqui, não foi capaz de levar o público em massa ao cinema para contemplar a bela obra de ação de defesa do nosso planeta de uma horda alienígena que é No Limite do Amanhã. Começamos o filme com Cage (Tom Cruise), um burocrata do exército que é obrigado a servir na linha de frente na tentativa de retomada de uma parte da Terra das mãos de uma raça alienígena muito hostil. Cage não tem preparo ou experiência em combate, vindo a morrer na sua incursão. Contudo, momentos antes de sua morte, ele adquire a capacidade de voltar no tempo para o mesmo ponto sempre que falece, ficando preso num looping temporal bem bosta. Eis que ele começa uma jornada para vencer essas forças invasoras que envolve muita repetição, esforço e tentativa e erro, quase como num videogame.

Vale ressaltar que No limite do Amanhã é dirigido por Doug Liman, que assina também o frenético e excelente “Identidade Bourne”. Além disso, engrossando a lista das estrelas no longa temos a fantástica Emily Blunt, o saudoso Bill Paxton e o sempre imponente Brendan Gleeson. É diversão certa pro seu final de semana.

– A Vida em Outros Planetas (Alien Worlds), de 2020, 1 temporada, dirigido por Suzy Boyles

Tendo estreado recentemente na Netflix, A Vida em Outros Planetas é um documentário serial em 4 episódios que explora como a vida se desenvolveria em lugares fora da Terra onde ela é plausível. Utilizando a vida que conhecemos como parâmetro, especialistas de diversas áreas propõem como condições de meio ambiente selecionam espécies muito diferentes daquelas que habitam nosso planeta, mas ao mesmo tempo seguindo uma evolução e tendo comportamentos bem identificáveis.

A Vida em Outros Planetas é uma série fantasiosa, mas ao mesmo tempo crível, que entrega uma sólida experiência em termos narrativos e visuais. Não deixe de conferir!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.