Garimpo Prime Video #19

O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


Seguindo nossa tradição de cagar regra semanalmente apresentando 3 obras de nossas plataformas de streaming favoritas, venho pedir a sua atenção para as indicações de hoje. Abriremos com um dos melhores filmes de super-herói que assisti nos últimos anos, repleto de cenas brutais e que explora um universo conhecido. Partiremos, então, para um longa que dá aquela militada básica com uma mistura de comédia e drama sobre a temática LGBQI+ e chegamos na dura realidade da vida das mulheres em ambientes de trabalho.


Brightburn: Filho das Trevas (Brightburn), de 2019, dirigido por David Yarovesky

Sempre questionei esses seres superpoderosos que índoles perfeitas. Ora, se uma pessoa com um mínimo de poder ou dinheiro já gosta de cagar uma goma, imagine se você pudesse voar, ter super força, ser indestrutível e atirasse laser pelos olhos? Provavelmente o mundo seria seu playground e dele seria o que você quisesse. Eis que seguimos em Brightburn com uma premissa semelhante, basicamente recontando a história do Superman com uma pegada bem sombria. Com cenas brutais e muito suspense, essa obra inaugura um novo universo que anseio muito por acompanhar.

Confira a crítica na íntegra clicando aqui.

– Uncle Frank, de 2020, dirigido por Alan Ball

Uncle Frank conta a história de uma família bem tradicional cristã do interior dos EUA nos anos 70. Em especial, seguimos com a relação de Frank e sua sobrinha, que são as ovelhas desgarradas da família. Com a morte de um ente querido, ambos precisam fazer uma viagem de carro de volta ao lar, jogando Frank em rota de colisão com demônios do seu passado. Adotando um tom cômico bem agradável, esse drama explora temáticas tabus para a época e lugar (embora hoje ainda o seja) e conta com atuações comoventes que mereciam ali uma indicação para o Oscar desse ano. Não deixe de conferir.
– A Assistente (The Assistant), de 2019, dirigido por Kitty Green

A Assistente é um longa que sodomiza a mente do trabalhador, em especial as mulheres. Trabalhando como secretária em um grande estúdio de cinema, Jane – que ganha vida através da sensacional atuação de Julia Garner – é aquela funcionária que é a primeira chegar e a última a sair e que poucos valorizam. Sendo bem ambiciosa e praticando seu ofício com competência, vemos inúmeras situações que qualquer mulher passa em ambientes de trabalho dominados por homens. Contando com um diálogo que talvez tenha sido um dos melhores que vi em 2019, a impessoalidade de relações trabalhistas e o detrimento da vida pessoal, A Assistente é uma verdadeira pérola no catálogo do Prime Video.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.