Críticas

Crítica: A Love So Beautiful

Recentemente foi noticiado que a Netflix reservaria cerca de meio bilhão de dólares para investimentos em produções coreanas. Os frutos dessa estratégia já podem ser sentidos em uma rápida olhada pelo acervo do streaming. Felizmente, cada vez mais os títulos desse país vão acrescentando…

Crítica: Radioactive

Caso você viu apenas o título deste filme, sem nem se importar em checar a sinopse, você deve não ter interesse ou achar que tem algo relacionado àquela música do Imagine Dragons. Considerando que uma ex-colega de classe não sabia quem era Stephen Hawking,…

Crítica: Noite no Paraíso (Night in Paradise)

Park Hoon-jung é um bom diretor sul-coreano conhecido pela violência e visceralidade de suas obras. Autor de títulos como “Nova Ordem”, “V.I.P.” e do inacreditável “I Saw the Devil” (caro leitor, se ainda não viu esse filme, pare a leitura agora e vá buscá-lo),…

Crítica: Gokushufudou: Tatsu Imortal (The Way of the Househusband) – 1a Temporada

Como bom otaku sofredor de bullying nos anos 90 – assim como muitos outros que começaram sua vida nos animes assistindo “Cavaleiros do Zodíaco” (confira aqui nesse especial Cunchyroll) – sempre fico empolgado quando algum anime cujo trailer me prende ou o mangá já…

Crítica: Meu Pai (The Father)

“O que há do seu delírio em mim, mãe? De que modo a morte nos aproxima ou a lucidez nos afasta? O que há de mim nas tuas rugas, nas tuas poucas memórias ou no teu cansaço? Onde estou na névoa da sua mente,…

Crítica: A Força da Natureza (Force of Nature)

Quando eu fui escalado para escrever a resenha de A Força da Natureza, eu – mesmo indo ver o filme sem saber do que se tratava – já comecei a elaborar na minha mente todo um paralelo que eu traçaria entre o título do longa…