Críticas

Crítica: O Tigre Branco (The White Tiger)

Há alguns anos, quando eu ainda tinha o infortúnio de estar militando no Direito – se há reino profissional mais eivado de vaidades eu não conheço -, eu ouvi uma “colega adEvogada” de muito sucesso – cria da PUC, aluna do Santo Agostinho e…

Crítica: Pieces of a Woman

“… Ah! no entanto,/Pomba, — varou-te a flecha do destino!/Astro, — engoliu-te o temporal do norte!/Teto, — caíste!/ — Crença, já não vives!” O “Cântico do Calvário” é um dos poemas mais tristes e belos da literatura brasileira. Nele, o romântico Fagundes Varela despeja…

Crítica: Soul

“Qual o meu propósito?” Sem dúvida, este é o questionamento que mais perdura durante essa jornada maluca e incrível que chamamos de vida. A indagação já serviu de assunto para incontáveis filmes, mas acredito que ninguém nunca imaginou que seria uma das discussões centrais…

Crítica: O Céu da Meia-Noite (The Midnight Sky)

Um dos maiores nomes da Hollywood atual, George Clooney vem povoando o imaginário feminino há uns 30 anos, o que talvez dê ao leitor a exata medida do quanto eu estou velho, já que eu estava lá quando o Dr. Doug Ross apareceu ao…

Crítica: A Voz Suprema do Blues (Ma Rainey’s Black Bottom)

A Netflix acaba de incluir em seu catálogo o interessante A Voz Suprema do Blues, um filme que se prende a uma linguagem de teatro, mas não tem o seu ritmo comprometido, muito por conta da potência dos monólogos. Essa é uma daquelas obras…

Crítica: Sweet Home

O ano de 2020 serviu – em seu lado positivo – para mostrar ao mundo algo que venho falando há muito (não que eu tenha algum valor nessa minha fala ou que seja um visionário; na verdade, só via o óbvio mesmo, os demais…