Críticas

Crítica: A Babá: Rainha da Morte (The Babysitter: Killer Queen)

Continuações são sempre material para discussão. Umas surgem tão somente para fazer dinheiro, enquanto outras, pouquíssimas, conseguem superar seu predecessor. A sequência da vez é A Babá: Rainha da Morte, trazendo-nos os mesmos personagens em uma história com os mesmos elementos narrativos de “A…

Crítica: #alive (#Saraitda)

Não deve fazer muito tempo que debatemos aqui acerca da mitologia zumbi e o quanto isso foi abordado pela cinematografia, bem como o resgate do assunto atualmente, que gerou um sem-número de produções. Tivemos, inclusive, quadro de Garimpo atendendo a esta onda sempre muito…

Crítica: Decisão (La Partita)

Iron Maiden, Cinema, Itália e Futebol. Estas seriam as coisas sobre as quais eu mais falo, mais gosto e que se tornam uma referência para mim a todo momento. Especialmente, colocando alguns dentro de outros, como por exemplo: a Nazionale (seleção italiana de futebol)…

Crítica: Quase uma Rockstar (All Together Now)

Algum profeta bíblico – ou talvez Nostradamus, não me lembro – previu que haveria uma maldição que forçaria os tradutores brasileiros a falharem miseravelmente toda vez que tentassem adaptar o título de um filme estrangeiro de significado não-óbvio para o português. Quase uma Rockstar…

Crítica: Santana

Antes de questionarmos a qualidade de mais um longa de ação exageradamente preocupado em forçar situações de confronto ao invés de estruturar um roteiro capaz de nos proporcionar a tensão de maneira natural, Santana, primeiro filme angolano a ser disponibilizado na plataforma da Netflix,…

Crítica: Sou um Assassino: Em Liberdade (I Am a Killer: Released)

Após duas brilhantes temporadas de Sou um Assassino (I Am a Killer) (com as críticas da Primeira Temporada e da Segunda Temporada já publicadas no site), a Netflix lança uma terceira parte de apenas três episódios, de cerca de 30 minutos cada qual, acompanhando…