O nosso Cine Pigmeu de hoje apresenta um documentário filmado, dirigido e escrito por Hao Wu, cineasta chinês que encontra nos EUA o verdadeiro amor. Contudo, Hao terá que ir contra toda uma tradição milenar de uma China que até poucos anos atrás, mesmo mudando radicalmente nos últimos 30 anos, ainda adotava a política de filho único. Essa política foi responsável pelo não nascimento de aproximadamente 400 milhões de chineses e acabou por ter como uma das consequências um elevado número de abortos seletivos femininos, uma vez que tradicionalmente a mulher quando casa passa a fazer parte da família do marido, deixando seus pais sem um apoio durante a velhice.

Ainda dentro desse tradicionalismo, Hao precisa abrir para seus familiares que é homossexual e que, junto ao seu marido, um sino-americano, pretendem ter dois filhos através de uma barriga de aluguel. Saiba logo, leitor MetaFictions, que esta não é uma obra que dialoga com especialistas ou se baseia em dados estatísticos, ela simplesmente mostra como uma família típica e mundana na China transformada ainda carrega enormes tabus e tradicionalismos.

Ficou interessado? Então clique aqui para assistir! São apenas 39 minutos de discursos de intolerância e amor.

Sugestões para você: