Para concluir a semana sobre Aliens (com publicações desde segunda-feira acerca desse tema), o CinePigmeu mantém a vibe e traz mais um filme norueguês, escrito e dirigido por Anders Øvergaard (o mesmo de Catch Me, apresentado na semana retrasada).

Naquela ocasião, eu havia dito que os filmes dele me parecem um pouco vazios em conteúdo, mas belíssimos em técnica, especialmente no que se refere ao visual. A Silhouete Story é o exemplo mais claro disso em sua filmografia. Com belas imagens, misturando cenários pintados e movimentos silhuetados filmados, Anders cria a atmosfera para um conto que envolve seres extraterrestres.

O alien na floresta.

Um tanto quanto piegas em seu roteiro, o norueguês produz uma história que dialoga com o sentimental, por um lado, mas deixa questões de desenvolvimento muito abertas, por outro. Talvez seu maior problema seja focar todos os seus esforços única e exclusivamente na estética, em detrimento da força do discurso. Ainda assim, o resultado é um filme bonito, com momentos delicados. E se as nossas outras publicações sobre a figura alienígena os trouxe geralmente como vilões ou seres hostis, Anders apresenta uma proposta bem diferente.

Sugestões para você: