Josh Hutcherson de “Jogos Vorazes” faz sua estréia na direção cinematográfica com o curta-metragem Ape.

Este filme é resultado de uma iniciativa, em parceira com Josh, para novos cineastas, na qual, dentre todos os roteiros inscritos, cinco foram selecionados para a produção de uma obra independente. Ape é um deles e, como dito acima, foi dirigido e atuado pelo próprio.

Nele, acompanhamos a história de Travis tentando tomar as rédeas de sua mente para conseguir o auto-controle, enquanto as vozes ocultas de seu interior vão se fazendo cada vez mais presentes, desafiando-o em direção a atitudes contrárias ao seu desejo.

Em menos de 14 minutos, a produção realiza sua proposta, apesar de não ir muito além nos elementos que constroem a narrativa. Não acredito, porém, que tenha sido falta de tempo. Assista e deixe seus comentários para uma discussão interpretativa acerca da obra.

Sugestões para você: