O que eu acho mais incrível em curtas-metragens é a capacidade que eles têm de contar uma história poderosa em tão pouco tempo. Os personagens precisam ser fortes em apenas algumas cenas; e estas, da mesma forma, necessitam de grande valor por serem em pouca quantidade. Com tudo isso, conseguir criar sensações e solidez em alguns minutos, por vezes, é tarefa extremamente árdua. Diversas obras, no entanto, mostram-nos o quanto isso é possível.

Tendo em mente este parágrafo, hoje trago ao CinePigmeu uma obra de suspense com inacreditáveis 55 segundos (SEGUNDOS, amigo!) capazes de trazer força e produzir sensações no espectador. Minhas sinceras congratulações ao espanhol Ignacio F. Rodó, responsável pelo curta Tuck Me In.

Sugestões para você: