Autor do bestseller que ninguém leu.

Crítica: Remédio Amargo (El Practicante)

Há exatos seis meses, o caga-regra que vos escreve deu início a sua jornada cinéfila neste site justamente com um roteiro de David Desola no excelente e viralizado “O Poço“. Aqui, ao lado de Hèctor Hernández e Carles Torras, ele traz Remédio Amargo, no…

Crítica: Santana

Antes de questionarmos a qualidade de mais um longa de ação exageradamente preocupado em forçar situações de confronto ao invés de estruturar um roteiro capaz de nos proporcionar a tensão de maneira natural, Santana, primeiro filme angolano a ser disponibilizado na plataforma da Netflix,…

Crítica: Fogo Sombrio (Fuego Negro)

Que elementos uma obra precisaria ter ou deixar de ter para ser considerada a pior película do mundo? Um roteiro sem qualquer caminho lógico evolutivo? Uma montagem caótica? Diálogos dramalhões à lá “A Usurpadora”? Barulinho de porta rangendo e gota d’água pingando na tigela…

Crítica: Na Solidão da Noite (Raat Akeli Hai)

Assim como em tantos outros filmes de investigação criminal que eu definitivamente tenho pouquíssima paciência para assistir, Na Solidão da Noite parte daquela premissa clássica do “Quem matou Lineu?”: um corpo e uma porrada de suspeitos. Thakur Raghubeer Singh, um poderoso empresário indiano, foi…

Crítica: #AnneFrank – Vidas Paralelas (#AnneFrank. Parallel Stories)

Eu sei, parece que foi em outro mundo, mas a nossa distância para a angústia contida nas palavras que Anne Frank narrou em seu diário não chega a ter nem oito décadas. Eu devia ter uns treze anos quando tive o meu primeiro contato…

Crítica: Wasp Network – Rede de Espiões (Wasp Network)

Dirigido pelo francês Olivier Assayas, cujo entusiasmo cinematográfico costuma permear a interseção de grandes questões políticas e peculiaridades de cunho pessoal, buscando intensificar emocionalmente os seus personagens, Wasp Network: Rede de Espiões nos apresenta uma narrativa fundamentada em um pouco de muita coisa e em…