Cinéfila de carteirinha, excêntrica por natureza. Falou, pessoas!

Crítica: Lost Girls: Os Crimes de Long Island (Lost Girls)

As consequências de assassinatos não resolvidos possuem uma gravidade inimaginável e nada consegue preencher o eterno vazio de quem ficou para trás. Durante dezessete anos, um indivíduo não-identificado conhecido como Long Island Serial Killer (às vezes Gilgo Beach Killer) foi responsável pela morte de…

Crítica: Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica (Onward)

Há 34 anos, Steve Jobs e John Lassetter fundaram um estúdio de animação conhecido como Pixar. Até 2020, essa magnata do entretenimento fez a primeira animação por computador da história (o tal do “Toy Story”) e produziu incontáveis sucessos de bilheterias e indicados/vencedores do…

Crítica: Maria e João – O Conto das Bruxas (Gretel & Hansel)

Quem nunca cresceu ouvindo a história de dois irmãos abandonados pelos pais e que encontram a casa de uma senhora que, posteriormente, se revela uma bruxa? Já tentaram adaptar este conto para o cinema algumas vezes, mas falharam miseravelmente. Será que Maria e João:…

Crítica: Sonic: O Filme (Sonic the Hedgehog)

Sega e Nintendo são duas titãs da indústria gamer e a concorrência entre elas foi tão grande quanto seu sucesso. As duas companhias tiveram seus personagens mais icônicos adaptados para as telonas, mas todos nós lembramos da catástrofe que houve com os irmãos encanadores…

Crítica: Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fabulosa (Birds of Prey: And the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn)

No cinema contemporâneo, é cada vez mais comum serem abordados temas considerados tabus na nossa sociedade, de forma explícita ou sutil. Vemos que filmes de super-heróis estão aderindo à tal tendência, sendo “Coringa” talvez o exemplo mais notável de 2019. Este ano, entraremos num…

Crítica: Diablero – 2a Temporada

Família, família. Papai, mamãe, titia. A música retrata a estrutura familiar “tradicional” com qual estamos acostumados, mas nem sempre é a que temos. A segunda temporada de Diablero mostra mais uma vez que podemos escolher nossa família, mesmo que isso envolva uma sequência de episódios…