Meus amigos me chamam de Jedi, por motivos óbvios. Se precisasse descrever minha profissão, diria que sou um Mestre do Jogo, apesar de minha carteira de trabalho dizer "Publicitário", meu currículo dizer "Fotógrafo", as pessoas me chamarem de "Teacher" e eu sonhasse em ser "Maestro" aos 5 anos. Não sei se sou um cinéfilo. Antes disso, amo as histórias, sejam contadas por palavras, imagens ou sons. Gosto mais da manhã que da noite, mais de chocolate quente que de café, mais de sorrir do que de entender. Welcome and May the Force be with you... Always.

Crítica: Natal com Dolly Parton (Dolly Parton’s Christmas on the Square)

Então é Natal. Ou melhor, é aquela época do ano antes do Natal quando tudo, de uma hora pra outra, é sobre este feriado: todas as propagandas de televisão trazem promoções de presentes em potencial, aquele disco de canções natalinas com Roberto Carlos e…

Crítica: O Sangue de Zeus (Blood of Zeus) – 1a Temporada

Narrado como uma lenda da mitologia grega que foi esquecida ao longo do tempo, o anime O Sangue de Zeus, lançamento da semana na Netflix, conta em oito episódios enxutos a história de Heron, um rapaz vivendo nos arredores de uma polis (cidade) na Grécia clássica. Um…

Crítica: Blackpink: Light Up The Sky

Não sei se você já percebeu, mas o mundo é asiático. Mesmo que você não tenha ainda verbalizado desta forma, convenhamos, 90% do que você tem na sua casa vem de lá e já tem um bom tempo que as coisas tendiam a ser…

Crítica – Vampiros x The Bronx

Eu me amarro em filme de vampiro. Não sou lá grande fã de filmes de terror, mas vampiro é meu ponto fraco. Conheci minha esposa jogando um RPG de vampiro, tenho o livro Entrevista com o Vampiro autografado pela escritora Anne Rice, assisti a…

Crítica: Enola Holmes

Os anos 80 nos deram alguns dos filmes infanto-juvenis mais maneiros de todos os tempos. Haviam vários diretores e roteiristas que cresceram (ou, mais exatamente, não cresceram) com a sensação de que filmes para jovens não representavam os jovens e sim os anseios moralistas…

Crítica: Dragon’s Dogma

É de conhecimento popular que os videogames são o troço mais rentável do mundo, mas eu ainda me pego surpreso ao me deparar com séries produzidas a partir de um deles. Eu sei que não é nenhuma novidade, que “Resident Evil” e “Tomb Raider”…