Como já é a praxe aqui do MetaFictions em nossos reviews de episódios de séries, teremos spoilers do episódio e da série inteira no texto a seguir.


Finalmente, depois de um breve hiato, My Hero Academia volta ao ar com sua terceira temporada com simulcast no Crunchyroll todo sábado. Como era esperado, esse 1o episódio não trouxe absolutamente nada de novo e serviu apenas para recapitular tudo o que aconteceu até aqui, portanto a crítica hoje será pequena uma vez que não há muito o que se comentar. Inclusive recomendo fortemente que você leia a nossa crítica da 2a temporada do anime (clique aqui!) para ficar mais por dentro.

Caso você seja novo na série e esteja em dúvida se deve ver os outros 38 episódios, eu te falo que sim, vale muito. No entanto, caso você não tenha muito tempo sobrando e queira seguir junto com os lançamentos semanais (e acompanhar as críticas no site), o episódio 39 te dá um bom apanhado e é um bom ponto de partida. Certamente não criará aquele vínculo com os personagens que provavelmente farão dessa temporada muito especial por tudo o que foi armado durante a 2a, mas ainda assim você se divertirá.

Sim! Boku no Hero continua divertidíssimo, como esse 1o episódio “fillerzinho” mostrou. Todo o enredo se desenvolveu através da artimanha de Denki e do zé punheta Mineta para ver as colegas de classe de biquíni. A partir daí, em cenas inéditas, vimos apenas como Midoriya, Todoroki e Bakugo, que continua um pau no cu, são os 3 personagens dentre os estudantes que mais se destacam, tanto pelo poder, como pela rivalidade.

De resto apenas refrescamos a memória com uma retrospectiva sobre o que o anime trata. Há a contextualização do universo apresentado, quem são os personagens, quais são seus poderes e que papel desempenham na história. Rapidamente vemos uma sucessão de acontecimentos passados, como a relação entre os personagens se deu e para onde aponta a série. Importante lembrar que, além das cenas do próximo episódio, Boku no Hero costuma ter cenas pós créditos importantes. Fique de olho e acompanhe aqui no MetaFictions a crítica de cada episódio aos sábados!

Sugestões para você: