Com uma distribuição atrasada e limitadíssima nos cinemas brasileiros em outubro desse ano, Your Name foi lançado hoje na NETFLIX, em um não oficial, mas bem mais abrangente lançamento desse anime que quebrou recordes e mais recordes pelo mundo todo.

Todos que ainda não viram o anime e sabem da premissa básica da história, consideram-no uma versão japonesa de “Se Eu Fosse Você” (ou do milhão de filmes popularescos produzidos no mundo todo em que uma pessoa troca de lugar com a outra), o que seria uma redução muito injusta do que Your Name oferece.

Basta ver quem escreve e dirige o longa: Makoto Shinkai. Ele também é responsável por “Cinco Centímetros por Segundo“, “O Jardim das Palavras” (indicado em um belo Garimpo NETFLIX) e “Everything Flows” (mini-série também indicada em um Garimpo Crunchyroll). Como de praxe em suas obras, Makoto gosta de explorar os laços que criamos com outras pessoas/animais. Em Your Name não é diferente.

Acompanhamos a história de Mitsuha (Mone Kamishiraishi), uma guria que vive em Itomori, uma pacata cidade muito tradicional à beira de um lago, mas que quer viver em uma cidade grande. A cidade está se preparando para um festival que coincide com a passagem de um cometa que terá seu ponto mais próximo à Terra exatamente na noite que o festival ocorrerá.

Curiosamente, seus amigos ficam questionando seu comportamento fora do normal apresentado em alguns dias dos quais ela sequer tem qualquer recordação. É aí que ela começa a tomar consciência de alguns sonhos estranhos que ela costuma ter nesses dias de apagão. Ela “sonha” que é um garoto em Tóquio. Ela percebe então que eles estão trocando de corpo nesses dias e aí começa uma relação muito divertida.

Qual é seu nome?

Taki (Ryûnosuke Kamiki), o garoto, e ela resolvem estabelecer regras para um não comprometer a vida do outro. Eles proíbem certas coisas e relatam tudo o que aconteceu em um diário no celular. Curiosamente eles não conseguem se falar, já que o celular dela está sempre desligado quando ele liga e, quando Mitsuha vai à Tóquio para encontrá-lo, temos algumas surpresas que fazem o anime se distanciar MUITO – e antes disso já está bem distante – de “Se Eu Fosse Você” (ufa).

Your Name faz jus ao trabalho de Makoto Shinkai. Tecnicamente impecável, com uma fotografia peculiar e se valendo de técnicas modernas de produzir um anime. O longa fica impresso em sua mente pela marca registrada do diretor: o céu. Acho que nunca vi um crepúsculo tão bonito em um anime.

Makoto se dedica notavelmente à construção de sentimentos que desenvolvemos por alguém e a dor causada pelo apego que surge de uma relação. Apesar de não achar que seja sua melhor animação, é certamente a mais divertida e tecnicamente mais bem executada.

Aproveite a semana e curta esse belo longa (que foi muito bem dublado). さようなら (adeus)

Sugestões para você: