2º – Vegeta

Nosso príncipe dos saiyajins teve uma estratégia bem equilibrada, mesclando a agressividade em alguns combates decisivos, inclusive na reta final, e ajudando seus companheiros em outros momentos. Ele raramente buscou lutas complicadas e tentou se preservar o máximo possível, mas sem abrir mão de ajudar Goku em lutas dificílimas (muito mais pelo orgulho do que por estratégia). Raramente ele precisou de ajuda e, tirando o Jiren e a questão do Frost com o mafuba, não ficou em desvantagem em nenhum momento. Ele, na verdade, foi uma versão mais equilibrada e competente de Goku. Até mesmo quando caiu da arena, Vegeta foi útil ao dar seu resto de energia ao Goku. Considerando seu nível de poder e as regras do Torneio, ele foi perfeito. Kami-Sama salve nosso príncipe.

1º – Androide 17

Esse é o lutador que se transformou na referência do 7o Universo. Atacou pelas costas, atacou enquanto alguém se transformava, usou consistentemente de sua energia infinita, apelou para técnicas especializadíssimas, ficou atento o tempo todo aos pontos fracos de seus adversários, ajudou inúmeras vezes seus companheiros, jogou com as regras debaixo do braço, proferiu as melhores frases e, de quebra, foi o lutador que permaneceu na arena ao fim do Torneio. 17 conseguiu manter lutas que muitos consideravam improváveis, como contra Toppo deus da destruição, e “morreu” na arena para que seus companheiros pudessem continuar lutando (mas reapareceu no penúltimo episódio). 17 foi o lutador mais completo, com a estratégia mais bem definida e executada em relação as regras. Uma verdadeira pena ele ter passado a saga Boo e 80% de DBS sem aparecer. Hail to the king, baby!

Sugestões para você: