– Culpa (Den Skyldige), de 2018, dirigida por Gustav Möller

Vindo diretamente de uma das terras mais seguras na face do nosso violento planeta, A Culpa nos leva por uma noite muito intensa e estressante. Acompanhamos um policial atendendo chamadas de urgência – considerando que estamos na Dinamarca -, tomando notas e despachando unidades para resolver os problemas em sua cidade. Isso se desenrola até que uma ligação envolvendo um sequestro cai no seu colo e a noite vira de cabeça para baixo.

Certamente é um dos melhores filmes de 2018 que ninguém viu e é conduzido somente por vozes num telefone e uma senhora atuação de Jakob Cedergren, deixando-nos ansiosos por cerca de 1h esperando o desfecho de uma ligação que vai muito além do que imaginamos.

Sugestões para você: