– Hamilton (2020), dirigido por Thomas Kail

6 de agosto de 2015. O dia em que um certo musical estreou na Broadway e ela nunca mais foi a mesma. Baseado na história real de Alexander Hamilton, o fundador esquecido dos Estados Unidos, “Hamilton” é uma das obras de mais sucesso da história da região e o magnum opus do compositor e autor Lin-Manuel Miranda, que também interpreta o personagem titular. Seguindo uma estrutura semelhante a de “Os Miseráveis”, onde não há dialogo entre os números (a não ser dentro deles), o musical mistura elementos de hip-hop, soul, R&B, pop e teatro musical tradicional nessa aula de história de 2 horas e 40 minutos filmada um ano após sua estreia e no mês que levou o Prêmio Pulitzer de Teatro e varreu os Tony Awards (Oscar do teatro), levando 11 prêmios de suas 16 indicações. Além disso, estudos mostram que as notas de história dos Estados Unidos de vários alunos aumentaram por serem expostos ao musical.

Tive a sorte de vê-lo ao vivo, com elenco diferente, no meu aniversário antes de toda a pandemia começar. Ver a filmagem com TODO O ELENCO ORIGINAL E PREMIADO me faz lembrar do quanto que teatro faz falta nessas horas. Essa arte tão linda não poderá atrair um público fisicamente até maio de 2021, mas pelo menos temos a gravação deste brilhante musical. Direção impecável, coreografias absurdas, atuações incríveis, roteiro genial e sacadas brilhantes dentro dele. Finalmente, não poderia deixar de destacar a trilha sonora espetacular de Lin-Manuel Miranda, sem dúvida, um dos maiores gênios da atualidade. Todas brilham individualmente e em conjunto e tenho certeza que você vai terminar o espetáculo tentando cantar pelo menos três músicas. Escrevo isso enquanto uso meu casaco do musical e escuto o álbum, olhando para o roteiro e livro de partituras localizados na minha escrivaninha, o que demonstra o que acontece quando você é sugado profundamente pelo fenômeno conhecido como Hamilton. Venha se apaixonar por este sucesso!

Sugestões para você: