Todo ano é a mesma coisa. Chega o Natal e há sempre uma tia mais chata que vem perturbar a paciência de nós, amantes do audiovisual, pedindo indicarmos alguma série ou filme. Eu, por ser fundador, sócio e editor-chefe aqui dessa bagaça, sofro um pouquinho mais do que o normal, uma vez que não é só uma tia, mas a família inteira e, pra piorar, é uma família desnaturada que ignora que o site do priminho/sobrinho tem uma caralha dum quadro semanal em que exatamente isso que eles pedem é feito. Confesso que criei o Garimpo justamente pra não ser mais tão azucrinado por todo mundo, mas de nada adiantou.

Enfim, feita esta introdução irrelevante sobre a minha ainda mais irrelevante vida, eu me debrucei sobre absolutamente todas as nossas publicações do ano e elegi, de forma totalmente arbitrária, as 13 obras que eu julgo que mereciam ter tido muito mais repercussão do que tiveram. Deixei de fora, contudo, aquelas que estiveram na nossa publicação das Obras Mais Bem Avaliadas de 2019, reservada às produções que receberam a nossa nota máxima no ano de 2019.

Divirtam-se e não deixem de compartilhar com a família toda!


Assunto de Família (Manbiki Kazoku), dirigido Hirokazu Koreeda, lançado em 10 de janeiro e disponível atualmente na Netflix

“Por mais que os questionamentos que a obra propõe possam ser vistos num ‘Casos de Família’, a construção de seus personagens e suas situações nos colocam num espaço onde essa reflexão está longe de ser corriqueira. Ao invocar a simplicidade extrema, Koreeda nos leva a pensar até que ponto a intimidade obriga a própria naturalização e até que ponto esse perdão ‘meio que sem  querer’ não é legítimo em nome de uma felicidade momentânea.”
Por Thotti Cardoso em crítica publicada em 14 de janeiro

Sugestões para você: