– Akira, de 1988, 2h04min, estúdio Tokyo Movie Shinsha – TeleCine/Netflix

O TeleCine e a Netflix têm em seu catálogo os dois animes longa-metragem que definem muito elementos dentro do Cinema como um todo. Nesse caso em questão, estamos falando de Akira, filme que é um marco na animação e no gênero de distopias cyberpunk, feito há mais de 30 anos.

Acompanhamos aqui conspirações governamentais, seres com poderes psíquicos de fazer professor Xavier ficar com inveja, lealdade e amizade elevados a décima potência e muita, MUITA, violência gráfica com uma animação que seria considerada magistral caso fosse lançado hoje. É simplesmente um marco geracional tanto para os animes enquanto mídia quanto para o próprio Cinema como um todo.

Ela inclusive figura em nosso Top 10 Animações em uma posição de prestígio.


– Ghost in the Shell, de 1995, 1h22min, estúdio Production I.G – TeleCine/Netflix/Prime Video

O outro anime longa metragem embaixador do Japão é o icônico Ghost in the Shell, que figura no meu top 5 de longas animados de todos os tempos. Além da questão técnica soberba, mergulhamos aqui numa trama complexa, esbarrando em questões existenciais guiadas por uma inteligência artificial. Seguimos com a nossa protagonista, uma detetive com o corpo cibernético, que tenta descobrir o responsável por hackear o cérebro da uma intérprete de um figurão.

Sendo bem curtinho, o ritmo aqui é acelerado e a história é densa, mal dando tempo de você piscar os olhos.

Sugestões para você: