Operação Overlord (Overlord), de 2018, dirigido por Julius Avery

Após realizar o excelente filme australiano “Sangue Jovem” (que indicamos no Garimpo Em Nome dos Pais), Julius Avery foi contratado pela produtora de JJ Abrams para dirigir Operação Overlord, um filme que traz a Segunda Guerra Mundial por uma visão que surpreendentemente foi bem pouco usada ao longo da história do Cinema: o horror.

Aqui soldados americanos encontram experimentos nazistas em algum lugar recôndito e sagrado na França. Experimentos estes que servem para fazer realidade a pertinente afirmação do oficial nazista vivido por Pilou Asbaek: “Um Reich de mil anos precisa de soldados de mil anos”. Valendo-se, portanto, da ideia comum de que o Nazismo foi a personificação maior do Mal na face da Terra, o roteiro nos leva pela desumanização nazista e pelos horrores da guerra em uma produção divertidíssima.

Sugestões para você: