– Gridlock’d – Na Contra-Mão (Gridlock’d), de 1997, dirigido por Vondie Curtis-Hall

Uma absoluta joia e um dos clássicos do cinema independente americano, que teve seu grande momento justamente nos anos 90, é este Gridlock’d (favor não confundir com o merdíssimo “Gridlocked”), estrelado pelo sempre ótimo Tim Roth e pelo icônico e saudoso Tupac Shakur, que trazem um conto sobre a epidemia do vício em drogas e a massacrante burocracia do mero existir em uma sociedade que, mais frequentemente do que deveria ser, nos faz parecer empacados em um engarrafamento (gridlocked quer dizer justamente isso: engarrafado).

Stretch (Roth) e Spoon (Tupac) são dois músicos usuários pesados de drogas que testemunham uma amiga ter uma overdose gravíssima. Isso faz com que os dois tomem a decisão de parar com as drogas. Eles então, sabedores da fraqueza do vício, vão procurar uma clínica de reabilitação para drogados (ou seja lá qual for o nome disso) do governo, uma vez que eles são fodidos de grana. A isso alia-se também todas as vicissitudes inerentes a quem usa drogas e frequenta ambientes e pessoas que as vendem. Essencialmente, é uma analogia com o próprio uso de drogas. Não importa o que se tenta fazer, a sensação é a de se estar num engarrafamento eterno, mas aqui pelo menos esse congestionamento tem uma das mais espetaculares trilhas sonoras do cinema americano.

Sugestões para você: