– Túnel (Teoneol), de 2017, 16 episódios, dirigido por Nam Ki Hoon & Yong Hwi Shin

Entrando na mesma linha da Netflix de apresentar ao público em geral (e não permanecer em um nicho) os doramas (séries asiáticas, nesse caso sul-coreanas), trazemos o não-original mas presente no acervo do streaming, Túnel. Um thriller que, como nossa primeira indicação, envolve drama e, sobretudo, fantasia alcança uma narrativa envolvente que aprisiona o espectador em seu universo distorcido pela percepção de tempo.

Park Gwang-ho (muito bem por Choi Jin-Hyuk) é um detetive a perseguir um psicopata em série. Casado há pouco, espera o nascimento de sua filha, quando um fenômeno chacoalha todo o seu entendimento sobre as coisas: ao perseguir um suspeito, dentro de um túnel, Park é levado 30 anos para frente, fazendo-o encontrar seu mesmo ciclo de relações três décadas depois, ainda à procura do autor de crimes semelhantes que voltam a ocorrer. Seus sonhos e perspectivas presos em um passado e seu dever em proteger a sociedade jogado arbitrariamente para um futuro que se tornara seu presente são os embates mais sinceros com que o detetive Park precisará lidar. Entre perder seus amados pelo tempo que passou sem aviso ou pela ameaça de um psicopata que parece atravessar a linha do tempo, Gwang-ho deverá se reconstruir emocional e psicologicamente para saber qual caminho trilhar.

Um thriller sensível, dramático e cheio de suspense, que consegue atropelar seu espectador com a força de cada um de seus personagens.

Sugestões para você: