Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


Que os nobres leitores do MetaFictions fiquem avisados: o Garimpo desta semana é para os que possuem estômago forte e estão ávidos por cinema de excelente qualidade que ao mesmo tempo informa, choca e emociona, além de tocar em algumas das nossas questões mais complexas. Nós, os nada humildes representantes de uma espécie auto-intitulada Sapiens (“Sábios”) e capazes das mais ferozes atrocidades, como as retratadas nesses três filmes a seguir.

Portanto, segurem-se em suas poltronas e fiquem com as dicas especiais do Garimpo desta semana!


22 de Julho (22 July), de 2018, dirigido por Paul Greengrass

Todo bom fã de cinema deve saber que Paul Greengrass é um grande diretor. Neste século, ele assina a direção de filmes excelentes como “Voo United 93”, “Domingo Sangrento” e “Capitão Phillips”, além dos melhores da saga Bourne. Seu mais recente, este 22 de Julho, mantém com louvor sua tradição de direção segura, além de roteiros excepcionais. O filme conta a história dos atentados ocorridos na Noruega em 2011 que mataram 77 pessoas, perpetrados por um fanático extremista de direita que alegava estar fazendo um bem ao país ao libertá-lo de marxistas e liberais.

O filme se concentra em 3 personagens para contar a história: o terrorista Andres Breivik (Anders Danielsen Lie), seu advogado Geir Lippestad (Jon Øigarden) e uma de suas vítimas sobreviventes, Viljar Hanssen (Jonas Strand Gravli). Greengrass é corajoso ao dar voz aos delírios fascistas e carregados de ódio do terrorista sem nunca demonizá-lo de forma maniqueísta, mas apostando na inteligência do espectador em entender os absurdos sem fundamento que ele entoa, além de nos sensibilizar com a consequência devastadora de seus atos na vida do envolvidos diretamente nos ataques e também de toda uma nação.

Filmaço que vale muito a pena ser visto!

Sugestões para você: