Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


O Garimpo Netflix dessa semana chega na sua mais pura essência, apresentando boas obras que mal tiveram distribuição nos cinemas brasileiros. Começamos com 2 filmes reconhecidos pela crítica, um deles britânico e outro protagonizado por uma das maiores atrizes de sua geração, e passamos para uma minissérie com um caso policial badalado, mas que não teve muito alarde em sua estreia.

Sem mais delongas, vamos nessa. Não esqueça de dizer o que você achou das indicações aí nos comentários!


– Como Falar com Garotas em Festas (How to Talk to Girls at Parties), de 2017, dirigido por John Cameron Mitchell.

Eu tenho uma missão na vida. Assistir todos o longas produzidos pelo estúdio A24. Dos 21, dos mais de 60, filmes assistidos pela pessoas que vos escreve dessa impressionante produtora, não teve sequer um que eu não tenha gostado. São sempre obras muito bem escritas, com direção firme, atores conhecidos entregando performances sólidas e com temas extraordinários. Dito isso, corroborando todas as qualidades supracitadas, Como Falar com Garotas em Festas foi uma das maiores e mais agradáveis surpresas que tive em 2018.

Sendo uma adaptação de um conto de Neil Gaiman, acompanhamos a história de Zan (Elle Fanning) e Enn (Alex Sharp) em uma Londres do final dos ano 1970, cenário do movimento fervilhante de punk rock. Embora não possa adentrar muito nos meandros da obra sob pena de estragar as surpresas que te aguardam, adianto que você será arrebatado pelo conflito e contraste entre 2 filosofias e formas de ver o mundo personificado em dois grupos. De um lado os punks anarquistas e do outro algo não muito do nosso planeta. Não deixe de conferir essa viagem no ácido que é Como Falar com Garotas em Festas.

Sugestões para você: