– Zodíaco (Zodiac), de 2007, dirigido por David Fincher

Todos sabemos do interesse de David Fincher pelo assunto: o inesquecível “Seven”, o ótimo “Garota Exemplar”, a excelente série “Mind Hunter” e outros projetos que envolvem o gênero estão no currículo do diretor. Em Zodíaco não é diferente. Porém, algo que deve sempre ser considerado na expressão Fincher+Psicopatia é que ele muda por completo a pegada em cada história. Dessa forma, a presente indicação nunca é bem vista por aqueles que aguardam um “Seven vol. 2”.

Entre as décadas de 1960 e 1970, a Califórnia se vê vulnerável diante de uma onda de crimes que apontam para um mesmo autor: o “Zodíaco”. Obcecado por sua identidade e seu modelo de ação, o cartunista Robert Graysmith (Jake Gyllenhaal) vira um investigador amador em uma busca incansável pelo criminoso.

Como dito acima, Fincher não cria grandes cenas de tensão, de suspense, tampouco explora o horror dos atos hediondos de uma mente consumida. O tema central do filme é a obsessão de Graysmith e dos detetives em relação à investigação dos crimes e o objetivo principal de conhecer efetivamente aquele outro obcecado, este pela destruição, que promove um perigoso e bizarro jogo de gato e rato com a polícia americana.

Sugestões para você: