O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


Nosso garimpo desta semana vem com dois exemplares da gloriosa década de 90 (um brinde aos noventistas!!!) e um belo filme de safra nacional que, por um daqueles motivos obscuros, foi solenemente ignorado pelo grande público. Mas aí chega o já lendário garimpinho semanal Metafictions para não deixar essas pérolas caírem na vala comum do esquecimento.

Aproveitem as indicações e nos digam se gostaram!


– Garota, Interrompida (Girl, Interrupted), de 1999, dirigido por James Mangold

Irascível, insegura e confusa com os costumes em rápida transformação na sociedade americana dos anos 60, Susanna (Winona Ryder) parece ser como muitas outras adolescentes. Isso fica claro na narração em primeira pessoa que abre o longa: “Talvez eu fosse louca mesmo, talvez fossem só os anos 60 ou apenas eu era uma garota interrompida”. Quando os pais de classe média alta de Susanna descobrem que ela tomou um frasco inteiro de aspirina, pedem que ela procure um psiquiatra que a diagnostica com distúrbio de personalidade limítrofe, forçando sua internação.

O foco do filme em garotas adolescentes transviadas oferece algo de novo, uma vez que Hollywood tradicionalmente nos oferece uma visão bem masculina desses distúrbios, tendo no clássico “Um Estranho no Ninho” seu melhor exemplo.  A maior parte da narrativa se passa dentro dos limites da ala psiquiátrica, centrada nas interações de Susanna e na sua crescente e conturbada amizade com as outras reclusas.

Com elenco feminino estelar, esse filme merece muito sua atenção!

Sugestões para você: