O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


Essa semana o garimpo está um pouco despirocado, com dois filmes que tratam sobre a forma moderna de se travar guerra e um que é uma das coisas mais fofas, doces e antológicas já realizadas para o cinema. Vindos dos EUA, Inglaterra e Japão, as três produções indicadas hoje têm em comum tão somente a excelente qualidade de suas realizações.

Sem maiores delongas, fiquem com as indicações da semana do Garimpo Netflix.


– Decisão de Risco (Eye in the Sky), de 2015, dirigido por Gavin Hood

Após dirigir o excelente “Infância Roubada” e os lamentáveis “X-Men Origens: Wolverine” e “Ender’s Game”, o diretor sul-africano Gavin Hood recebeu de mão beijada o nada menos do que espetacular roteiro de Guy Hibbert para filmar e, desta vez, conseguiu um resultado nada menos do que espetacular, em um dos filmes mais tensos e bem realizados disponíveis na Netflix.

Aqui Hood se vale de um elenco de qualidade excepcional, ainda que não tão badalado (Helen Mirren, Alan Rickman, Aaron Paul…), para contar a história de uma operação de rotina entre as forças armadas americana e britânica para a captura de uma cidadã britânica radicalizada no Quênia. Tudo vai bem até que se descobre que o local da operação está sendo usado também para preparar homens-bomba que sairão em breve para fazer um ataque, potencialmente matando dezenas de pessoas. Rapidamente, o que era uma operação de captura se torna uma ordem para a destruição daquele local, mas algo acontece (e eu sugiro que você não veja o trailer antes de ver o filme) que muda completamente a situação, fazendo-nos observar e questionar a nova maneira gamificada de se fazer guerra hoje em dia.

Contado a partir da perspectiva de 4 cenários diferentes, com muita politicagem e burocracia, Decisão de Risco é um filme que vai te manter tenso praticamente o tempo inteiro, além de convidar a uma reflexão sobre a guerra e a política de gente que se importa mais com as aparências e reputação do que com fazer o certo.

Sugestões para você: