– O Intruso (No Good Deed), de 2014, dirigido por Sam Miller

Esta obra que também atende pelo bisonho nome de “O Intruso Suspeito” é aquele roteiro padrão de suspense de sobrevivência. Mas conta com alguns detalhes que a tornam mais sedutora – e a escolha da palavra não poderia ter sido melhor.

Colin (Idris Elba) é um prisioneiro que está prestes a receber a condicional. Na reunião de consideração para sua liberação, ele coloca o quanto mudou, o quanto agora é um homem reformado para adentrar uma vez mais na sociedade. No entanto, por seus crimes e comportamento extremamente brutais de outrora, ele é impedido. Na viagem de volta à prisão, ele consegue subjugar o guarda e o motorista e se ver livre.

Em seus primeiros passos, Colin volta a ser o que era, ou simplesmente continua a ser quem sempre fora. E não demora para que ele se infiltre na casa de uma mulher e sua filha na ausência do marido. A figura sedutora que ele aparenta ter encontra combustível em uma mulher não mais interessante ao próprio cônjuge e aquilo que poderia ser um flerte sexual se torna uma luta de ambas as partes por sobrevivência.

Sugestões para você: