O Filme da Minha Vida, de 2017, dirigido por Selton Mello

Todos os meus 17 leitores já devem saber o quanto reverencio a obra de Selton Mello. O rapaz é irrepreensível, até mesmo fazendo cosplay de Tonho da Lua em a Indomada (Grampola…). Como o mais talentoso ator brasileiro de sua geração (que inclui baluartes como Wagner Moura, Lázaro Ramos e Matheus Nachtergaele), ele traçou uma meta ambiciosa para a realidade de um país sem indústria de cinema estabelecida: muito cedo abandonou o circuito rentável de novelas globais para se dedicar a projetos artisticamente monumentais na telona, primeiro como o ator excepcional que é, e depois como um diretor de mão-cheia, daqueles capazes de dar vida a histórias com doçura e competência.

O Filme da Minha Vida conta a história do jovem Tony Terranova (Johnny Massaro) naquele momento crucial na vida de um rapaz, o do descobrimento da paixão e da libido. Só que essa fase é atravessada pelo trauma do abandono paterno, sua grande referência na infância. Passado no interior do Rio Grande do Sul em algum momento da década de 60, o filme nos oferece cenários lúgubres, muito bem captados por uma fotografia feita com muito esmero. Um belo filme, de um grande artista brasileiro. Sorte nossa. Assista!

Sugestões para você: