Campo do Medo (In the Tall Grass), de 2019, dirigido por Vincenzo Natali

Quando um filme adapta uma obra Stephen King você já pode esperar 2 coisas: muita tensão e maluquices do caralho. Campo do Medo nos coloca num cenário que por si só já é muito assustador e batido no gênero, uma rodovia no meio do nada só com mato alto a perder de vista. Em uma rápida parada à beira da estrada, dois irmãos ouvem gritos de socorro dentro desse campo de grama alta e revolvem investigar, dando início à uma saga para achar a saída desse campo sem fim. Jogando com sensações desconfortáveis, como a claustrofobia e insegurança, e pensando um tanto fora do padrão para a indústria no que tange a dar respostas fáceis, temos um filme que joga o tempo todo com a linearidade da história e uma fotografia feita para causar um belo de um cagaço.

Confira a crítica na íntegra aqui.

Sugestões para você: