O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


Mais uma vez, seguindo sólida tradição deste espaço, trazemos 3 obras de 3 países distintos (na real 4, uma vez que um dos filmes se trata de uma co-produção entre países). Esse é o compromisso do MetaFictions com você, nobre leitor cinéfilo: garimpar bons títulos que estejam dando sopa aí no mundão do catálogo da Netflix e que de alguma forma reflitam também a diversidade ali presente. Boa diversão!


– Encontro Marcado (Meet Joe Black) de 1998, dirigido por Martin Brest

Bill Parrish (Anthony Hopkins) é o típico magnata branco americano. Ele possui tudo: sucesso, riqueza e poder. Mas ele também possui uma fraqueza que o iguala a todos nós e que pessoas como ele tentam a todo custo esquecer e esconder. Como eu e você, ele irá morrer. Dias antes de seu 65º aniversário, ele recebe a visita de um estranho um tanto quanto exótico, Joe Black (Brad Pitt), que logo se revela a própria Morte encarnada. Numa barganha com aquele que é seu destino final e inexorável, Bill concorda em servir como guia terreno de Joe, que passa uma espécie de férias em nosso planeta. No entanto, as coisas se complicarão quando a Morte se apaixona por ninguém menos que sua filha.

Com um argumento que é claramente melhor que sua produção, Encontro Marcado é um filme que vale a pena ser visto pela nostalgia que nos traz de um cinema noventista que simplesmente não se faz mais. Há quem erga as mãos para o céu por conta disso e há quem lamente. Assista e tire suas conclusões!

Sugestões para você: