– Crashing, de 2016, 1 temporada, criada por Phoebe Waller-Bridge

Eu fui conhecer essa monstra em forma de mente criativa chamada Phoebe Waller-Bridge ao assistir “Fleabag” (que eu mesmo indiquei no nosso Garimpo Amazon Prime Video: Especial Corona), aquela que é, ao lado de “Atlanta”, uma das duas melhores séries que vi nos últimos anos. Naturalmente, fui buscar tudo o mais que essa moçoila fez e acabei me deparando com Crashing, uma espécie de sitcom inglesa em que um grupo de ingleses de seus vinte e muitos anos, a bem da verdade, faz uma grilagem braba de um hospital desativado que transformaram numa espécie de república. Só que isso é, ao que parece, legal na Inglaterra.

Aqui, ainda refinando seu estilo de comédia, Waller-Bridge nos dá uma comédia inglesa com um toque das séries cômicas americanas (mas sem a claque) na qual as piadas vão se amontoando ao mesmo tempo que os personagens discutem, com surpreendente profundidade, relacionamentos, mercado de trabalho, política econômica e invariavelmente sexo, muito sexo. É uma comédia leve, engraçada, mais profunda do que se imagina e que vale demais o seu tempo.

Sugestões para você: