Coraline e o Mundo Secreto (Coraline), de 2009, dirigido por Henry Selick

Coraline e o Mundo Secreto me pegou de assalto recentemente após assistir a um Top 10 animações mal direcionadas para crianças. De fato seu conteúdo, apesar de ter uma roupagem inicial bonitinha, parecendo ser um tipo de animação a la Tim Burton, ruma por caminhos obscuros. Nele acompanhamos a doce Caroline (Dakota Fanning), uma criança que busca escapar do seu cotidiano marcado por pais ausentes, uma nova casa isolada e falta de amigos. Toda a construção da obra, trilha sonora, fotografia, design dos personagens, a dublagem e a intensidade da animação – e leia-se aqui a ferocidade que alguns personagens apresentam – te arrastam junto com Caroline para um outro mundo, onde tudo que é perfeito é apenas uma roupagem para coisas terríveis.

Sugestões para você: