O Convite (The Invitation), de 2015, dirigido por Karyn Kusama

Inacreditavelmente bem dirigido por Karyn Kusama, que entrou nos trilhos e produziu um filmaço diferente de Garota Infernal (também dela e HORROROSO), esse longa nos presenteia com muito nervosismo e uma temática comum a todos: afinal, ex bom é ex… morto? Brincadeiras à parte, Will (Logan Marshall-Green) é um ser humano evoluído e resolve atender a um convite meio esquisito: um jantar organizado por sua ex-esposa e o atual marido. Até aí muito que bem não fosse pelo clima bizarro que todo o ambiente despeja num esquema meio conta-gotas. Ele e atual namorada, Kira (Emayatzy Corinealdi), não estão lá muito bem ambientados e, acreditem ou não, isso não parece ter absolutamente nada a ver com o ex-relacionamento entre Will e Eden (Tammy Blanchard).

É claro que as desconfianças de Will são, no entanto, mal interpretadas e frequentemente redirecionadas a certa inveja e má-digestão do passado. Nós, espectadores, ficamos de fato em dúvida se o cara só está tendo um surto de paranoia ou se tem algo de errado naquele lugar. Afinal, Will está entrando em parafuso ou sua ex-mulher planeja alguma macabrice por trás dos sorrisos e gentilezas noite a fora? Confiram.

Sugestões para você: