Primeiro, Mataram o Meu Pai (First They Killed My Father), de 2017, dirigido por Angelina Jolie

Esta adaptação do livro de memórias da escritora cambojana Loung Ung sobre o golpe do Khmer Vermelho naquele país e o genocídio que se seguiu marca o melhor trabalho da curta carreira de de Angelina Jolie como diretora. E é uma pérola no catálogo da Netflix.

Atuado inteiramente na língua Khmer, tem como ponto alto a performance fascinante da pequena Sareum Srey Moch, uma atriz de nove anos de idade descoberta por Jolie durante um processo de casting descrito como emocionalmente cansativo pela própria. Ela interpreta a jovem Loung, filha de um policial militar (Phoeung Kompheak), cujos laços com o governo autoritário deposto fizeram dele um alvo para o impiedoso novo regime comunista.

Filme forte para seus tempos de quarentena. Assista e confira a crítica na íntegra aqui.


Noite de Lobos (Hold the Dark), de 2018, dirigido por Jeremy Saulnier

Em 2013, o diretor Jeremy Saulnier dirigiu o excelente e pouco badalado “Ruína Azul”, seguido pelo igualmente excelente “Sala Verde”, desta vez bem recebido por crítica e público. Isso o credenciou a receber uma grana pra fazer este Noite de Lobos, de longe seu filme mais autoral, bem produzido e estranho, com momentos de verdadeiro brilhantismo em sua história que vai te deixar perturbado ao final da exibição, seja pelas escolhas estéticas do diretor, seja pelo roteiro intrincado e complexo de Macon Blair, colaborador habitual do diretor tanto como roteirista quanto como ator.

Após o desparecimento de algumas crianças numa cidade nos confins do Alasca, a mãe da criança mais recentemente desparecida entra em contato com o especialista em lobos interpretado pelo sempre excepcional Jeffrey Wright. Ele então parte ao Alasca para tentar encontrar esta criança e matar o lobo que supostamente teria sido o culpado deste sequestro. Essa premissa simples vai se tornando cada vez mais elaborada com a introdução de outros protagonistas e com um verdadeiro passeio que o filme dá pelos mais variados gêneros. Trata-se de um filme diferente, que exige toda a sua atenção para que seja apreciado corretamente.

Confira a crítica completa do longa aqui.

Sugestões para você: