Chef, de 2014, dirigido por Jon Favreau

Chef foi um dos primeiros filmes que indicamos no Garimpo quando este ainda não tinha qualquer ligação com a Netflix, basta clicar aqui para ter uma análise mais completa a seu respeito. O que eu vou me limitar a dizer aqui é que Chef é dos filmes mais genuína e autenticamente divertidos do catálogo da Netflix. Ele conta a história de Casper (o próprio diretor, roteirista e produtor Jon Favreau), um chef de cozinha que se cansa de abaixar a cabeça para o dono do restaurante no qual trabalha e parte em uma verdadeiramente deliciosa road trip pelos EUA em busca de sua própria identidade e criatividade ao mesmo tempo que, no caminho, estreita suas relações com o filho e encontra gente boa como Robert Downey Jr., Sofia Vergara, Scarlett Johansson, dentre outros.

Trata-se de uma analogia clara e evidente da indústria gastronômica com a arte e com a indústria do cinema especificamente, tecendo uma crítica fortíssima, apesar de leve e descontraída, à arte enquanto negócio e o quanto isso a macula. É um filme verdadeiro, honesto e autoral até a medula, ainda que sem qualquer invencionice ou ideias absolutamente inovadoras. Favreau acerta em cheio aqui ao celebrar a vida por meio da arte e a arte por meio da vida em um filme engraçado, terno e, para não deixar de fora uma metáfora gastronômica, saborosíssimo.

Sugestões para você: