Absorvendo o Tabu (Period. End of Sentence.), de 2018, dirigido por Rayka Zehtabchi.

Nossa primeira indicação está concorrendo na categoria Melhor Curta Documentário e possui uma bela história em seus bastidores. Toda a produção do curta foi financiada pelo “The Pad Project”, encabeçado por meninas estudantes do ensino médio na Califórnia, que visa criar uma alternativa barata e ecologicamente correta para a fabricação e uso de absorventes femininos. E em Absorvendo o Tabu vemos esse projeto sendo implementado em uma cidade nos arredores do Deli, na Índia.

Caso você não saiba, a Índia apresenta números altíssimos de violência, especialmente contra mulher. Casamento infantil, feminicídio, estupro e baixo nível educacional castigam milhões de mulheres por todo o país, forçando, inclusive, que muitas meninas abandonem os estudos quando chega a primeira menstruação, tema de enorme tabu para a sociedade indiana. Em um país que apenas 10% das mulheres usam absorventes – ou por não conhecerem ou por serem caros – a luta pela fabricação, divulgação e distribuição permeia todos os 25 minutos da obra.

Sugestões para você: