– O Guardião Invisível (El Guardián Invisible), de 2017, dirigido por Fernando González Molina

Uma excelente inspetora da polícia espanhola, Amaia Salazar (Marta Etura), entra em um caso de adolescentes desaparecidas que são encontradas de maneira ritualizada: nuas, no bosque, em posição quase angelical, devidamente cuidadas e com um doce em cima da vagina. Os casos, que passam a ser cada vez mais recorrentes, apontam para sua cidade natal. Amaia, portanto, é indicada para liderar as buscas, retornando às suas origens. Uma vez lá, ela terá que lidar com os vestígios do psicopata em série, à medida em que revisita seus fantasmas de infância.

Um conto de suspense policial que envolve dramas pessoais e o medo do que está por vir, encarnado por alguém que carrega uma dicotomia bastante intensa e antagônica, tal qual todo e qualquer ser humano: ao passo em que tirar a vida de um inocente é algo demoníaco, o autor parece, através de suas ações, resgatar o que de inocente está sendo perdido naquele vale. A mesma inocência que Amaia perdera dentro de sua casa, por conta de um histórico nada divino de sua progenitora.

Sugestões para você: