Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores.


O ser humano é um primata violento em suas raízes. Mesmo insistindo em acreditar que somos seres racionais guiados por uma bússola moral, lá no fundo uma parte sua sente excitação com comportamentos destrutivos, sejam físicos ou psicológicos. Justificamos esses comportamentos de diversas formas, indo desde a legítima defesa, até o honesto e sincero serial killer que faz o que faz porque sentia essa necessidade.

Não acredito que existam pessoas desprovidas desses demônios internos, apenas a vida não apresentou circunstâncias que permitissem que essa escuridão tomasse o controle e mostrasse o que realmente somos: selvagens.

Inspirado por essa atitude primitiva, apresento 3 obras com propostas diferentes que tem na violência um ponto central. Aproveite e confira nosso outro Garimpo Netflix: Pé na Porta, Tapa na Cara e o Garimpo: Filmes de Ação!, que também exploram a temática.


– Ash vs Evil Dead, 3 temporadas (2015 – 2018), criado por Ivan RaimiSam Raimi e Tom Spezialy.

Servindo como continuação da trilogia “The Evil Dead” (1981, 1987 e 1992), conhecida no Brasil como “Uma Noite Alucinante”, e que recebeu um reboot em 2013, a série Ash vs Evil Dead estreou sem muito alarde e entregou 3 boas temporadas repletas de referências às obras anteriores, expandindo o lore do universo criado por Sam Raimi. Após muitos anos, Ash (Bruce Campbell), vivendo uma vida itinerante de merda num trailer, é encontrado por velhos fantasmas libertos pelo Livros do Mortos em uma cabana no meio da floresta há 30 anos. Para selar de vez o livro, ele, contando com a ajuda de Pablo (Ray Santiago) e Kelly (Dana DeLorenzo), sai em busca de pessoas especializadas em assuntos místicos enquanto demônios, a polícia e outros interessados no livro o perseguem.

Ash vs Evil Dead é uma das séries mais brutais da atualidade, resgatando um clássico cult do terror da década de 1980 e mostrando um gap de geração divertidíssimo em diálogos tão toscos quanto os da trilogia original. É mais uma prova que Ash ainda é rei. “Hail to the king, baby!”

Aproveite e confira outras publicações do MetaFictions sobre terror.

TOP 10 – Filmes de Terror
Garimpo NETFLIX: Terror e Suspense
Garimpo Amazon Prime: Terror
Garimpo NETFLIX: Terror!

Sugestões para você: