A Telltale, desenvolvedora do game, é conhecida por nos presentear com uma fórmula de jogo que, ao mesmo tempo que é nostálgica (point-and-click), é inovadora, trazendo para os gamers uma narrativa que você torna extremamente íntima ao fazer escolhas que mudam todo o resultado do jogo.

Vimos isso em The Walking Dead, vencedor do VGA (Oscar dos games) de melhor jogo do ano de 2012 e que muitos apontam como melhor jogo da empresa. No entanto, ela se valeu de uma franquia estabelecidíssima na TV e quadrinhos. Eu considero  The Wolf Among Us o ápice dessas narrativas (tirando o Tales from Borderlands – que será tema de outro MetaGames) por alguns motivos. Em especial por adaptar uma HQ que tem uma legião de fãs, mas não é tão mainstream. Muitos até acharam que o jogo era de um universo original e não um prequel de Fables, da DC Comics, lançado através do selo Vertigo em 2002 e escrito por Bill Willingham.

Vale a pena conferir.

O jogo (e a HQ) contam a história de como os personagens das fábulas e contos do folclore vivem em segredo na nossa sociedade (em NY), com suas próprias regras e hierarquias no que eles chamam de Fabletown. Nós estamos na pele de Bigby (Big Bad Wolf – Grande Lobo Mau), que é a autoridade que impõe a lei, como uma espécie de detetive policial.

O grande lobo mau…

Somos encarregados de investigar uma série de assassinatos de personagens de Fabletown e que estão relacionados, levando a perseguição de um serial killer. Para isso entramos em contato com icônicos seres da nossa infância despidos de sua (e da nossa) inocência, como a Branca de Neve, a Bela, a Fera, Grendel, o Woody (o Lenhador) e o Espelho Mágico, apenas para citar alguns. Toda essa trama se desenvolve em 5 episódios, como uma série e como costuma ser o caso com os jogos da desenvolvedora.

O gameplay é muito simples, bastando você clicar em certos pontos de interesse para obter informações e conversar com algumas pessoas/seres. Durante os diálogos você sempre poderá escolher caminhos diferentes que serão lembrados por quem sofre as consequências das suas escolhas. Em algumas partes do game ocorrem os quick time events, onde você precisa apertar determinada tecla no momento correto ou escolher entre caminhos diferentes em um curto prazo de tempo, sendo que não escolher carrega suas próprias consequências.

The Wolf Among Us é um belo conto sobre contos e como a realidade é dura e imparcial. Não espere por ingenuidades, cavaleiros em armaduras e ambientes bucólicos. Você será arrastado para becos escuros, bares escusos e lugares na sua mente que esses seres não deveriam habitar.

No mundo real não há espaço para um final feliz.

Disponível para:

Android: Primeiro episódio grátis, R$16,00 por episódio ou R$47,00 por todos.
Playstation 3 e 4: R$80,00
Xbox 360 e One: R$50,00
PC: Steam: R$46,00, GOG: R$35,00 (R$12,00 na promoção de meio de ano) e Centralkeys: R$45,00

Sugestões para você: