Eu sempre gostei da idéia de que algo que possa ter mudado a vida de alguém, para outro sequer foi digno de nota. “Nunca podemos conhecer nossos ídolos. Quando nos aproximamos deles, descobrimos que eles tem espinhas e que aquilo que mudou nossa vida foi produzido em cima de um assento de privada”, algo assim (não exatamente, mas com essa idéia) é a fala do personagem Onoff (Gérard Depardieu) em Uma Simples Formalidade (Una Pura Formalità), de Giuseppe Tornatore.

Eis que, dessa forma, surge o Movie Battle: quando alguém de nosso grupo amou uma obra que outro detestou. Você vai poder conhecer os argumentos e os lados de cada um. A beleza do Cinema, da Arte, da Vida é essa… “Diga-me o que você pode ouvir e me diga o que você vê. Todos possuem um modo diferente de ver o mundo” (Steve Harris/Adrian Smith).

Nesta edição, veremos os argumentos de Thotti Cardoso e Anderson Gomes sobre o possível vencedor do Oscar 2017 de Melhor Filme: La La Land, de Damien Chazelle. Lembramos, no entanto, que o Movie Battle não é uma discussão entre os autores supracitados, mas as impressões de cada um, independentes do review do outro. Porque a obra tocou tanto Anderson Gomes…? Porque Thotti Cardoso teve vontade de sair da sala de cinema…? E que a batalha comece!

Aqui, as impressões de: Thotti Cardoso e Anderson Gomes

Sugestões para você: