– Momento “Good Boy”

Os Targaryen eram uma das famílias governantes da Valíria, um reino que se estabeleceu como a mais dominante força de toda a história do mundo de Game of Thrones. Sua força vinha do domínio da mágica e, principalmente, porque eles conseguiam domar e treinar dragões como bichos de estimação e armas de guerra. Portanto, os Targaryen têm uma afinidade especial a dragões, algo que talvez esteja em seu DNA ou algo assim e que faz com que eles se curvem perante seus mestres Targaryen. O momento em que Daenerys (Emilia Clarke) pousa seu dragão perto Jon Snow (Kit Harington) e o taxia em direção a ele é importante não só porque apresenta mais um dos muitos indícios de que Jon tem sangue Targaryen, mas também porque é uma cena muito bem filmada, além de ser um exemplo perfeito de como os efeitos especiais podem servir para complementar uma narrativa ao invés de serem a razão de ser dela.

Reparem na atenção que a direção da cena deu a não permitir que Dany visse o que estava exatamente acontecendo perto da cabeça do dragão. Jon tira sua luva e, vacilante, aproxima sua mão imunda de Drogon, que, por sua vez, aquiesce. A câmera então foca nos olhos de Drogon e nele podemos ver a mesma subserviência que ele dedica a Daenerys.

Com esta cena, o papel messiânico de Dany passa a ser compartilhado com Jon, que está ali feliz só de estar vivo perante a fileira de dentes de Drogon.

Sugestões para você: