Okja, disponibilizado pela Netflix em 28 de junho de 2017, dirigido por Joon-ho Bong

“O filme vem sendo tema controverso, não pelo que apresenta, mas sim por onde é apresentado. Não ter sido exibido nos cinemas, indo diretamente à Netflix é uma facada para todo cinéfilo que se preze. Todavia, em sua essência, a película é cinematografia nua e crua. Com suas imagens, Bong ilustra o que não consigo descrever, desenha traço atrás de traço o que é a relação entre humano e animal, que tanto poderia florescer. Mais do que isso, fez-me perceber, que carne já não posso comer. Mais uma vez a arte me concede batalhas a lutar, revoluções individuais a ebulir, lágrimas a escorrer, num instinto irresistível.”

Por Thotti Cardoso, crítica publicada em 29 de junho de 2017


Dunkirk, lançado em 27 de julho de 2017, dirigido por Christopher Nolan

“Com algumas das cenas mais lindas do Cinema neste ano de 2017, Christopher faz um fantástico filme, desde um roteiro preciso às atuações primorosas de gigantes, contando com os impecáveis Tom HardyMark RylanceCillian Murphy e Kenneth Branagh, dentre outros. E em meio às constantes medidas isolacionistas de um Reino Unido que tenta ferozmente fugir da atual crise européia, Nolan nos apresenta uma obra brilhante de ingleses para ingleses lembrando que, certa vez, a união foi responsável pela vitória contra o maior trauma da Humanidade. Colocando como heroica aquilo que a priori poderia parecer uma ação covarde, Dunkirk é uma ode à frase que conclui o supracitado discurso de Churchill. Com olhos em lágrimas, ao som dos aplausos de uma sala de cinema lotada, relembrei que… ‘nós nunca deveremos nos render!'”

Por Rene Michel Vettori, crítica publicada em 27 de julho de 2017

Sugestões para você: