Melhor Filme e Melhor Filme Estrangeiro – Parasita. Texto por Rene Vettori.

A Arte em seu estado mais puro consegue envolver violentamente aquele que está de frente para ela. Como um furacão feroz que suga para si o que vê pela frente, deixando apenas fragmentos em seus rastros inesquecíveis. Assim é Parasita, a nova obra-prima de Bong Joon-Ho, que chacoalha a alma de seu espectador, ao conseguir desnudar toda e qualquer relação humana, seja ela política, amorosa ou de amizade, com uma história aparentemente simples de uma família que teoricamente busca emprego. Um fiel e poderoso retrato sobre a ação natural e instintiva de todo e qualquer ser humano: se Hobbes dissera que o homem é o lobo do homem, hoje Bong Joon-Ho percebe que a humanidade não tem mais aquela força de antes e produz uma releitura da máxima do pensador. “O homem é o parasita do homem”.


Sugestões para você: