Com o Oscar batendo na porta, o MetaFictions se reuniu para discutir para quem nós daríamos o voto para levar a tão cobiçada estatueta dourada. Foram 56 obras indicadas em um ano muito atípico, onde a maior parte da produção cinematográfica foi distribuída e produzida por plataformas de streaming. Não é a toa que a Netflix reinou absoluta nas indicações desse ano, tendo 19 filmes em seu catálogo contemplados com indicações (na sua maioria esmagadora produções originais) e você pode conferir em nosso Garimpo Netflix #99: Oscar 2021 4 dessas obras.

Muitos dos indicados, inclusive, sequer tiveram uma distribuição decente em território nacional, o que talvez esvazie ainda mais a audiência do evento em terras tupiniquins. Grandes favoritos como “Minari” e “Nomadland” só foram lançados nos cinemas agora no dia 22 e isso no meio de uma pandemia em que pouquíssima gente está indo às salas. E essa é uma situação que se repete no planeta inteiro, o que, aliado aos fatos de não termos tido nenhum grande filme badaladíssimo esse ano e dos estúdios terem atrasado vários grandes lançamentos, torna esse um Oscar histórico, com indicações que talvez não existissem caso a COVID-19 não estivesse por aí arregaçando todo o mundo.

Fato é que todos os críticos do MetaFictions estão fora do país e foram capazes de assistir a todos os indicados de forma legal (eu juro!), o que nos permite cagar a nossa regra anual com a propriedade e o carinho de sempre.

Sem mais delongas, confiram abaixo o resultado da nossa votação sobre quem, na opinião de cada um dos colaboradores do site, deveria levar o prêmio nas principais categorias. A corneta é livre e a gente adora!

Sugestões para você: