Coco. Vinho. Burguesia. Bocas. Essa é uma lista de coisas nas quais Gustavo David cospe. Advogado por formação, cinéfilo por opção e escroto por vocação, Gustavo David gosta de pensar ser capaz de esmagar um crânio humano com as próprias mãos, apesar de estar longe de ser.

Garimpo Netflix #13: Adam Sandler

O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores. Basta olhar pros títulos de nossos 3 últimos Garimpos Netflix – Sangue e Tripas, Terror e Alemanha – pra…

Crítica: Paskal: Missão Resgate (Paskal: The Movie)

Nos anos 80, o ser mais mitológico da história da Terra e em especial do Cinema, Chuck Norris, estrelou uma série de filmes pavorosos e que só eram bons para nós, crianças e adolescentes da época, que podíamos assistir a gente branca e loira…

Crítica: Operação Fronteira (Triple Frontier)

O roteirista e produtor Mark Boal é uma figura única em Hollywood. Todos os filmes que ele escreve e/ou produz, sejam eles bons ou não (e em geral são excelentes), costumam estar carregados de um comentário social em geral direcionado a América e sua…

Crítica: After Life – Vocês Vão Ter de Me Engolir – 1a Temporada

Eu sempre gostei do Ricky Gervais. Desde que ele apareceu para o mundo com a versão inglesa e original do fenômeno que é “The Office”, ele vem trazendo ao público obras cada vez mais íntimas, pessoais, relevantes e, após ter visto After Life, não…

Crítica: Secret City – Under the Eagle – 2a Temporada

Esta é a crítica da 2ª Temporada de Secret City e conterá potencialmente spoilers da 1ª temporada. A crítica da 1ª temporada pode ser lida aqui. Em junho do ano passado a Netflix disponibilizou a 1ª temporada de Secret City com exclusividade ao resto…

Crítica: Crazy Trips – Budapeste (Budapest)

Há algum tempo aqui nesse site eu tive o (des)prazer de resenhar o lamentável filme francês “A Mansão“. Lá discorri longamente sobre duas falácias: a primeira é que o cinema brasileiro é uma porcaria porque é feito feito exclusivamente de comédias merdas e popularescas…