Cineasta independente e professor de História. Fã número 1 de Iron Maiden em todo o Infinito. Amante incondicional de Cinema. "Eu gosto de todos os filmes. Mesmo quando um filme é ruim, eu gosto dele. Eu gosto dos filmes simplesmente pelo fato de eles existirem" (Giuseppe Tornatore)

Crítica: Tommaso Buscetta: O Nosso Mafioso (Our Godfather)

Omertà é um código de honra da máfia italiana, a mais conhecida e poderosa dentre todas, chamada Cosa Nostra. Todo aquele que adentra para essa família faz o juramento, no qual promete pela vida jamais quebrar o silêncio referente à organização. O rito é assinado…

Crítica: It: Capítulo Dois (It Chapter Two)

Diferente de seu original, It: A Coisa e o novo It: Capítulo Dois são dois filmes separados em narrativa e data de produção. Pela comparação que fizemos, quando do lançamento do primeiro capítulo do remake (em nosso RPR), a obra de Andy Muschietti não pareceu limitada por seu…

Crítica: Meu Amigo Alexis Sánchez (Mi Amigo Alexis)

Ahh, o futebol. Poucas coisas são tão maravilhosas quanto o futebol. Capaz de levar alguém do céu ao inferno e de volta ao céu em questões de segundos. Responsável por um fanatismo quase impensável, o futebol é como um universo de fantasia colocado em…

Crítica: Verão de 84 (Summer of 84)

Listado como um filme que se enquadra em terror, suspense e mistério, Verão de 84 é aquele típico longa que eu costumava ver na sessão da tarde, sobre garotos que, em seu tempo de ócio criativo, se põem a investigar qualquer coisa que considerem…

Crítica: Brinquedo Assassino (Child’s Play)

Brinquedo Assassino foi um dos principais responsáveis pelos meus pesadelos de criança ou a insônia que pairava sobre mim ao tentar dormir no quarto escuro iluminado pela luz leve e preteada da lua que adentrava por entre as cortinas. Eu era pequeno, com muitas…

Garimpo Netflix #34: Os Melhores (vol. 2)

O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores. Há um tempo, o editor-chefe Gustavo David publicou um garimpo no qual declarava ter ficado boas horas de sua vida debruçado…