Tag: cinema alemão

Crítica: Céu Vermelho-Sangue (Blood Red Sky)

Em 1922, o alemão F. W. Murnau lançava sua adaptação de “Drácula” para os cinemas, fazendo de seu “Nosferatu” o primeiro grande clássico filme de vampiro da História da Cinematografia. Naquela ocasião, a obra introspectiva apresentava a imperativa impossibilidade de um vampiro fazer parte…

Assista!: O Enigma de Kaspar Hauser (Jeder für sich und Gott gegen alle)

O imortal humorista Ronald Golias nos idos dos anos 60 contou na TV que um cego ingênuo e curioso queria saber como era o leite. Seu interlocutor impaciente só disse que o leite era branco. Resiliente, o cego implorou: “Por favor, sou cego de…

Crítica: Bárbaros (Barbarën)

Até os meus 17/18 anos de idade, um dos grandes programas que eu fazia era ir ao cinema com meus pais. Desde moleque esse era o passatempo da família nos finais de semana. Íamos ver algum filme que decidíamos na hora, jantávamos em algum…

Crítica: Altos Negócios (Betonrausch)

Se houvesse o gênero “cinema do absurdo” como existe no teatro brasileiro, certamente Altos Negócios estaria nessa classificação. O filme alemão da Netflix que se passa em Berlim e conta a história de ascensão de dois amigos tentando enriquecer a todo custo no mercado…

Crítica: O Menino que Fazia Rir (Der Junge muss an die frische Luft)

Da diretora Caroline Link, vencedora do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro por “Lugar Nenhum na África”, de 2001, chega ao Brasil essa pequena pérola do cinema alemão que conta de forma singela a história da infância de Hape Kerkeling (Julius Weckauf), o comediante mais…

Crítica: Sequestrando Stella (Kidnapping Stella)

Um dos gêneros de Cinema que eu tenho revisitado mais intensamente é o thriller (acho até que nosso quadro Garimpo já está merecendo mais uma publicação específica desse estilo). Aquela narrativa que te prende à cadeira, que te impede de piscar um só minuto e…