Tag: François Ozon

Crítica: Graças a Deus (Grâce à Dieu)

Cabecinha boa de menino triste, de menino triste que sofre sozinho, que sozinho sofre, – e resiste. Aos 40 anos, casado, pai de 4 filhos, bom profissional e católico fervoroso, Alexandre Guérin (Melvil Poupad) recebe a notícia de que o padre de sua infância,…

Garimpo Netflix #20: Elas

O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores. Este garimpo não é feminista. Sou homem. Sou homem heterossexual. Sou homem heterossexual branco. Sou homem heterossexual branco de…

As Obras Mais Bem Avaliadas de 2018

Neste segundo ano de vida do MetaFictions, o mercado cinematográfico mudou bastante, principalmente com a entrada forte da Netflix e suas inúmeras séries e filme originais. Em função disso, ao contrário desta lista dos Filmes Mais Bem Avaliados de 2017 do MetaFictions do ano passado…

Crítica: O Amante Duplo (L’amant double)

O Amante Duplo (L’amant double) “O corpo é o corpo e além do corpo repercute o abismo”. A frase encontrada no mais belo capítulo de As doze cores do vermelho, de Helena Parente Cunha, um dos livros mais  ousados da literatura brasileira, é um…

Frantz (Frantz)

A noite desceu. Que noite! Já não enxergo meus irmãos. E nem tão pouco os rumores que outrora me perturbavam. A noite desceu. Nas casas, nas ruas onde se combate, nos campos desfalecidos, a noite espalhou o medo e a total incompreensão. A noite…