Tag: metafictions

Crítica: Solo

A praia concentra em si duas simbologias para a vida de qualquer indivíduo. A imensidão, obscuridade e mistérios que representam o vasto mar; e os grãos de areia, em determinados objetos utilizados para marcar o tempo, em seus finos fragmentos, aos milhares, que são…

Garimpo Netflix: Argentina

O Garimpo é um quadro do MetaFictions no qual indicamos toda semana 3 bons títulos disponíveis nas maiores plataformas de streaming. Clique aqui para conferir os anteriores. Não é nenhuma novidade que, considerando toda a América Latina, a Argentina é o país que traz mais…

Crítica: Inspire, Expire (Andið eðlilega)

O que nos falta, atualmente, é o mínimo de um exercício de empatia. Estamos a destilar ódio e peçonha àquilo que nos é diferente, tornando o (des)conhecido indiferente. Criamos um mundo à parte – à parte de todos, à parte das coisas – e…

Crítica: O Manicômio (Heilstätten)

De uns tempos para cá, desde que “A Bruxa de Blair” viralizou bizarramente, tornando-se uma daquelas máquinas de fazer dinheiro a partir de um “nada” de investimento, diversos títulos de terror associaram o mesmo tipo de narrativa com o gênero. Um público certo junto…

Crítica: Você (You) – 1a Temporada

A nova série original Netflix traz uma mistura de dois dos gêneros mais consumidos pelo grande público do Cinema: comédia romântica e suspense. Um, obviamente, parece não dialogar com o outro e essa primeira assertiva poderia sugerir uma obra um tanto esquizofrênica pronta a se…

Crítica: Culpa (Den skyldige)

Essa semana, uma leitora nossa (beijo para ela e obrigado pelos comentários) reclamou sobre a falta de originalidade de certas obras. Disse que quando há outras com tramas similares, a criatividade – que é o que ela mais preza – fica prejudicada e, por…